in

Cobb-Vantress patrocina seminário no Equador

Evento também recebeu palestra do consultor brasileiro Osler Desouzart

Evento também recebeu palestra do consultor brasileiro Osler Desouzart

A Cobb-Vantress, Inc., uma das principais fornecedoras de matrizes de frangos de corte e serviços técnicos para o setor avícola, foi uma das patrocinadoras do “Seminario Internacional de Ciencias Avícolas” realizado nos dias 24 e 25 de junho, em Quito, no Equador. A companhia promoveu também a palestra do consultor Osler Desouzart, como representante do Brasil no evento.

Desouzart é integrante da Diretoria Consultiva do World Agricultural Forum e proprietário da empresa ODConsulting Planejamento + Estratégia. Com larga experiência no mercado avícola onde atuou nas áreas de Marketing Internacional e Comércio Exterior, o especialista abordou o tema “Visão e perspectivas do mercado internacional – papel da América Latina, enfoque no Brasil”.

A palestra trouxe uma perspectiva sobre o mercado, principalmente na América Latina, com informações sobre a produção de frango e o consumo esperado para os próximos anos. Além disso, Desouzart abordou as oportunidades que a produção do frango oferece para a indústria por ser uma carne versátil para ser preparada, ter um sabor que agrada os consumidores, entre outras.

O Diretor-associado de Marketing da Cobb, Cassiano Bevilaqua, também esteve no evento e participou de uma mesa redonda sobre campanhas para aumento de consumo de frango. “Poder mostrar aos participantes as diversas ações de sucesso que a Cobb promove no Brasil, como campanhas com associações e desmitificação sobre o hormônio do frango, foi de extrema importância até mesmo para que esse tipo de ação seja disseminada em outros lugares. É cada vez mais necessário estimular o consumo da proteína de frango colocando em evidência a qualidade e a sustentabilidade da carne”, comentou Bevilaqua.

Nos dois dias de atividades, o seminário abordou temas como comércio exterior, bem-estar animal, nutrição humana, sustentabilidade e as transformações globais a que o Equador deverá se adaptar, nos próximos anos.

Fonte: A.I.

De Heus ganha certificação IN 65 em nova unidade

Wisium apresenta soluções durante SBSS