in ,

Cobb debate manejo e nutrição na avicultura

Pautas foram levantadas durante Escola Cobb Virtual América do Sul

COBB

Atingir alta performance na avicultura exige atenção para a fase final de recria, a partir da 16a semana, alertou o médico veterinário e Diretor Associado de Serviço Técnico da Cobb-Vantress na região do Pacto Andino, Luciano Keske. “O avicultor sabe da importância da fase inicial. Então acontece de haver muita atenção no início da criação para garantir um bom arranque no ganho de peso e uma redução dos cuidados a partir da 16a semana com impacto negativo no resultado em produção. Por isso este período é tão importante”, salientou o especialista.

De acordo com ele, o fornecimento insuficiente de alimento e um estímulo precoce da fêmea estão entre os erros mais comuns. “É necessário estar atento em todas as fases da criação. E a intermediária merece cuidado porque é quando tem ocorrido erros mais frequentes”, afirmou Keske durante o segundo dia de transmissão da Escola Cobb Virtual América do Sul, que reuniu mais de 800 participantes de mais de 10 países da América do Sul”.

O gerente Regional da Cobb-Vantress na Colômbia, Diego Preciado, apresentou os melhores resultados com a genética Cobb na América do Sul e destacou pontos que fizeram a diferença entre os produtores que alcançaram os 10 melhores desempenho na região. “Tudo começa com uma boa uniformidade do lote. Ela é o pilar para obter bons resultados”, defendeu Preciado.

Para ele, cada etapa requer uma estratégia ou alimentos diferentes. “É importante seguir as nossas orientações de acordo com o estágio fisiológico da ave. As retiradas alimentares dependem de cada dieta, de cada empresa e do comportamento produtivo. Entretanto, metas devem ser estabelecidas porque as aves uniformes no lote mantêm sua condição por mais tempo e reduz a quantidade de perdas”.

Keske destaca que a avicultura vive um dos momentos mais importantes para melhorar a eficiência em função da pressão dos custos sobre o produtor. “Boa mistura na fábrica de ração, otimização do uso dos ingredientes e boa qualidade de pellet da ração são alguns pontos importantes e que podem fazer a diferença. Este momento de recordes de preços dos ingredientes exige atenção em todas as etapas de produção para evitar perdas e desperdício, desde a saída da fábrica da ração até o alimento chegar ao bico da ave”.

Nutrição para melhorar desempenho e reduzir custos

O especialista em Nutrição e Suporte Técnico Mundial da Cobb-Vantress, Vitor Hugo Brandalize, debateu “Nutrição focada para melhorar o desempenho e reduzir custos em frangos de corte”. Durante o evento, ele mostrou que os custos aumentaram enquanto o consumo e os preços reduziram, principalmente depois da pandemia de Covid-19. “Por essas incertezas, é importante reduzir os custos de produção que deverão se manter em níveis mais altos e não vão cair em 2022”, apontou.

Brandalize reforça a importância de um manejo adequado e da saúde do plantel. “A energia e a proteína (grãos e aminoácidos), que custam 85% da dieta, não devem voltar a patamares mais baixos. Por isso, é preciso focar nos 15% restantes, que incluem, em boa parte, o manejo dos animais. Se os frangos não têm enfermidades e estão em um bom ambiente, é uma forma de economizar a energia para a síntese de tecidos”, disse.

Incubatório

O evento ainda discutiu cuidados com a manutenção de equipamentos no incubatório. “Abordamos incubatório porque o momento é de atenção em todas as etapas, desde a granja, passando pela formulação e também no incubatório”, falou Keske. A programação seguiu com o gerente Sênior e especialista em Incubação da Cobb-Vantress, Guilherme Seelent, que debateu “Embriodiagnósticos”.

O especialista em Incubação e Suporte Técnico Mundial da Cobb-Vantress, Scott Jordan, destacou “Pontos essenciais no processo de incubação para melhorar a qualidade do pintinho”. Ele chamou a atenção para os cuidados com a manutenção de equipamentos e para as orientações da Cobb. “É importante estar atento a manutenção dos equipamentos que envolvem desenvolvimento embrionário, como a incubadora e o nascedouro. Às vezes, eles não abrem corretamente, tem baixo fluxo na máquina ou baixa umidade e isso impacta os resultados”.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Medida suspende PIS e COFINS para Importação de Milho

SIILHalal visa potencializar oferta e variedade de produtos Halal

Embrapa trabalha em produção de bacon ovino

INOVAÇÃO

MAPA abre consulta pública sobre farmacovigilância veterinária

CHURRASCO

Produção feminina de churrasco veio para ficar