in

CNA relata importância de estar atento ao meio ambiente

Superintendente de Relações Internacionais da CNA participou do 20 º Seminário de Comércio Internacional do IBRAC

Se atentar ao meio ambiente é de suma importância para atual pecuária mundial. Tendo isso em mente, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou, na última sexta-feira (30), do 20º Seminário de Comércio Internacional, promovido pelo Instituto Brasileiro de Estudos de Concorrência, Consumo e Comércio Internacional (IBRAC).

Durante a ação, a Superintendente de Relações Internacionais da CNA, Lígia Dutra, Dutra, foi uma das palestrantes convidadas do quinto painel do evento, para falar sobre “Comércio internacional e meio ambiente: como criar um diálogo saudável entre as duas áreas”.

A profissional afirmou que o meio ambiente se tornou um “driver” de inovação e geração de negócios. “Nos acordos comerciais entre Mercosul e Canadá e Mercosul e União Europeia, por exemplo, existem capítulos específicos que tratam do desenvolvimento sustentável”.

 Segundo ela, o Brasil ganha muito destaque no mundo com relação ao tema ambiental, por ser o País com a maior florestal tropical. “Hoje o Brasil possui uma legislação ambiental bastante moderna e protetiva, mas existem algumas questões que precisam ser resolvidas”, apontou.

Lígia também mostrou preocupação com os padrões privados e as certificações externas, que têm excluído e onerado os pequenos e médios produtores brasileiros que exportam os produtos.

 “Esses padrões não são negociados pelos Estados e muitas vezes não garantem um padrão de sustentabilidade maior do que já cobramos internamente. Precisamos de um sistema inclusivo e que conte com a perspectiva do produtor e não apenas do comprador”, explicou.

 Fonte: CNA, adaptado pela equipe feed&food. 

Preço do frango apresenta recuo

Preços do milho seguem apresentando alta