in

CNA analisa oportunidades para o agro pós-brexit

Decisão britânica reduz tarifas para importação de diversos produtos

De olho nas futuras oportunidades pós-Brexit (UK Global Tariffs), Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) elaborou um estudo.  Como explica a entidade, o novo regime tarifário britânico reduzirá tarifas para importação de diversos produtos agropecuários.

O material denominado “Brexit e o novo regime tarifário britânico – Mudanças e oportunidades para o setor agropecuário brasileiro”, que já se encontra disponível, aponta a importância do mercado britânico para o setor agropecuário brasileiro e tem como objetivos analisar o novo perfil tarifário do Reino Unido após o Brexit e apontar produtos para os quais o Brasil possui capacidade de oferta.

A ação, que apartir de janeiro de 2021 entrará em vigor, faz com que alguns produtos tenham suas alíquotas de importação desgravadas, “ou seja, reduzidas a zero”.

Neste futuro cenário e para melhor auxiliar os interessados, o estudo está dividido em duas seções: caracterização do comércio exterior Brasil-Reino Unido e oportunidades a partir do novo regime tarifário.

“Os bens para os quais as alíquotas foram reduzidas representaram 47,3% do comércio de produtos do agronegócio mundial com o Reino Unido. Quanto ao comércio com o Brasil, o montante liberalizado equivale a US$ 533 milhões (valor referente a 2019)”, explica a CNA.

Confira o estudo completo no site da Confederação. Clique aqui.

Fonte: CNA, adaptado pela equipe feed&food.

IICA Brasil possui novo representante

Sem sustentabilidade, não tem negócio