in

China retoma importação de carne bovina brasileira

Vendas estavam paralisadas desde a identificação de um caso de vaca louca

reprodução
Vendas estavam paralisadas desde a identificação de um caso de vaca louca

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Tereza Cristina, anunciou na manhã desta quinta-feira (13) a retomada das exportações de carne bovina para a China. O anúncio foi feito por meio de uma rede social. As certificações estavam suspensas de modo temporário desde a identificação de um animal infectado pelo mal da vaca louca, no final de maio, no Mato Grosso.

Caso. O MAPA anunciou no início do mês a suspensão temporária da exportação de carne bovina para a China. A decisão vem como parte do acordo sanitário que prevê o corte em casos de problemas sanitários.

A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) e outros países importadores também foram informados sobre o caso. “Está suspensa temporariamente a produção e certificação sanitária para a República Popular da China, de Carne Bovina a partir de 31 de maio de 2019, data da ciência do resultado”, diz o comunicado, orientando o Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (DIPOA) a dar ciência da situação aos frigoríficos com SIF habilitado a exportar para os chineses.

A medida foi tomada uma semana após o retorno da ministra de uma missão feita na Ásia, em que a abertura de mercados foi debatida.

Fontes: Correio Brasiliense, Globo Rural e Tereza Cristina, adaptado pela equipe Feed&Food.

Cargill fortalece nutrição de suínos no Brasil

Integração entre universidade e setor produtivo