in

China identifica traços de Covid-19 em embalagem brasileira

Contudo, MAPA ainda não foi notificado oficialmente

Em detrimento de uma possível contaminação por Covid-19 em embalagem de carne suína brasileira enviada à China, autoridades da província de Wendeng determinaram que todas as pessoas que tiveram contato com o produto devem informar o governo. Caso ocorreu na última sexta-feira (30), como aponta a Reuters, mas o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) ainda não foi notificado oficialmente.

De acordo com a agência, o episódio foi identificado pelo serviço sanitário local e não pela Administração Geral de Alfândegas (GACC, na sigla em inglês), com quem os adidos brasileiros em Pequim mantém contato direto. Por isso, a informação ainda não foi confirmada e notificada oficialmente.

Em agosto, um lote de asas de frango exportado pela catarinense Aurora testou positivo. Em setembro, um pacote de peixes congelados da Monteiro Indústria de Pescados também testou positivo para o coronavírus. Nas ocasiões a China suspendeu a entrada de novas cargas importadas por uma semana como medida de prevenção.

 Fonte: Valor Econômico, adaptado pela equipe feed&food. 

Agrifirm lança linha de aditivos no Brasil

Kemin debate segurança do alimento