in

China deve restabelecer produção de suínos em 2021

Agência Xinhua informou que retomada deve ocorrer ainda no primeiro semestre

Agência Xinhua informou que retomada deve ocorrer ainda no primeiro semestre

De acordo com a Agência Xinhua, a produção de suínos na China deverá se recuperar totalmente dos danos provocados pela Peste Suína Africana (PSA) ainda no primeiro semestre de 2021. A informação foi concedida pela Agência diretamente ao Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais do país, conforme publicado pelo Valor Econômico.

De acordo com o Ministério local, até o fim de novembro, o estoque de suínos vivos e fêmeas reprodutoras atingiu mais de 90% dos níveis registrados antes da PSA. O número de matrizes reprodutoras monitoradas pela Pasta aumentou para mais de 41 milhões, enquanto o de suínos vivos ultrapassou 400 milhões no período.

No último mês, os leitões recém-nascidos em fazendas com mais de 500 animais em estoque chegaram a mais de 31 milhões, um aumento de 94,1% em comparação com o início do ano, de acordo com o ministério.

Demanda. Ainda assim, espera-se que a oferta de carne suína na China aumente 30% nos próximos feriados do Ano Novo e da Festa da Primavera, na comparação com as mesmas datas de 2019.

Fonte: Valor Econômico, adaptado pela equipe feed&food.

IPPE 2021 acontecerá de modo virtual

Conferência FACTA 2021 será realizada em junho