Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Ceva Saúde Animal adquire empresas argentinas

feedfood

Em processo de expandir a participação na América Latina, Ceva Saúde Animal anuncia duas novas aquisições. Empresa adquiriu as argentinas Zoovet – especializada na produção e comercialização de produtos de saúde animal – e a Biotecnofe – start-up de biotecnologia.

De acordo com a Ceva, a iniciativa estratégica possibilitará acesso a um campus de biotecnologia com sede em Santa Fé, no país sul-americano. Com 200 especialistas e uma estreita colaboração com a Universidade Nacional do Litoral, o espaço fortalecerá as atividades da Ceva na América Latina ao apoiar a inovação farmacêutica, especialmente a focada em ruminantes.

Neste cenário, como pontua a empresa, ela deve ser tornar a 5ª maior empresa de saúde animal no país, com 250 funcionários e um faturamento previsto em 35 milhões de euros.

“Na Ceva, nossa prioridade é desenvolver soluções inovadoras e eficazes para a saúde e bem-estar animal. Essa aquisição estratégica nos ajudará a aumentar nossa presença na América Latina, uma das principais regiões produtoras de proteína animal do mundo. Na Ceva, estamos comprometidos em fornecer soluções que ajudem os produtores a manter o bem-estar de seus animais. Este é o significado do trabalho realizado pela Zoovet e Biotecnofe, que tem uma trajetória comprovada como campus de biotecnologia. Ser inovador não é apenas otimizar produtos, é também encontrar novas maneiras de criar um impacto positivo para nossa sociedade e nosso planeta.” afirma o Presidente e CEO da Ceva Saúde Animal, Marc Prikazsky.

A dupla aquisição também reforça a visão da empresa, “Juntos, além da saúde animal”, e permite a aceleração de trabalhos de pesquisa, principalmente na área de biotecnologia, podendo atender necessidades e desafios de bovinocultores.

“Na Zoovet e na Biotecnofe temos o compromisso de cuidar de pessoas e animais. Assim como na Ceva, estamos convencidos de que ambos estão intimamente ligados. Somos fortes defensores do conceito One Health”, pontua o fundador e presidente da Zoovet e Biotecnofe, Enrique Ariotti.

Ainda segundo ele, “é por que, nos últimos anos, temos colocado toda a nossa energia na pesquisa e desenvolvimento de produtos farmacêuticos para atender às necessidades e interesses dos produtores para continuar alimentando nosso planeta de forma qualitativa e sustentável”. “Estamos convencidos de que a Ceva continuará essa tradição e esperamos ver os impactos positivos tangíveis dela”, finaliza Ariotti.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe Feed&Food. 

LEIA TAMBÉM:

Indicador de Preços da Tilápia chega em nova região

Copa do mundo: 70% do frango consumido no Catar é brasileiro

Exportações brasileiras de milho seguem em ritmo intenso