Patrocinado
AVICULTURA

Conteúdo

Ceva reforça compromisso com o Bem-Estar Animal na avicultura

Empresa permanece como única certificada com selo no Brasil
feedfood
FOTO: REPRODUÇÃO

A Unidade de Negócios Avicultura Brasil da Ceva Saúde Animal, anunciou nesta terça-feira (21), mais duas conquistas direcionadas aos princípios que conduzem as boas práticas de bem-estar animal, através do Selo Empresa Amiga do Bem-Estar Animal com as vacinas Vectormune FP LT e Vectormune HVT LT.

Após a aquisição do selo com a Cevac IBras, uma tecnologia inovadora para a proteção das granjas do Brasil contra a variante da Bronquite Infecciosa (BI) de maior prevalência em todo o território (BR-1) – doença altamente contagiosa e classificada pela Organização Mundial do Comércio (OMC) como umas das cinco principais enfermidades de grande impacto econômico mundial, agora as vacinas também reforçam o compromisso da empresa com o bem-estar animal na avicultura.

“A Vectormune FP LT é uma vacina viva vetorizada para a vacinação de frangos e galinhas. Nela, o vírus da Bouba Aviária foi modificado para conter e expressar importantes antígenos protetores de Laringotraqueíte Aviária. Já a Vectormune HVT LT é outro ponto de destaque da Ceva na inovação para a área de saúde animal. Uma vacina viva congelada que contém o vírus da doença de Marek HVT (Sorotipo 3), que é também o vetor para expressar um antígeno-chave para proteção contra o vírus da Laringotraqueíte Infecciosa”, explica o gerente de marketing aves de ciclo longo da Ceva, Felipe Pelicioni.

FOTO: REPRODUÇÃO
Selo Empresa Amiga do Bem-Estar Animal (FOTO: REPRODUÇÃO)

A certificação “Empresa Amiga do Bem-Estar Animal” é uma iniciativa da FairFood, conhecida anteriormente como Integral Certificações, que materializa o fornecimento de produtos com alto valor agregado ao mercado, além de promover uma produção responsável e sustentável em toda a cadeia.

A Head de Inovação da FairFood, Heloise Duarte, relatou que o objetivo da Certificação ABEA (Empresa Amiga do Bem-Estar Animal) é credenciar as empresas de insumos que estejam alinhadas aos propósitos do programa para a promoção, aumento e/ou garantia do bem-estar animal por meio dos produtos e/ou serviços oferecidos.

“Compreender o comportamento do consumidor e priorizar o bem-estar animal tornaram-se premissas fundamentais para o desenvolvimento sustentável dos negócios relacionados à cadeia de suprimentos do segmento”, complementa a diretora de sustentabilidade da FairFood, Bruna Silper, perante o cenário atual, sobre a adoção de certificação ser um diferencial.

FOTO: REPRODUÇÃO
Diretora de sustentabilidade da FairFood, Bruna Silper (FOTO: REPRODUÇÃO)

Para o gerente de marketing, Pelicioni, o selo representa “mais um passo na demonstração do compromisso da Ceva com a inovação com soluções conectadas aos princípios e diretrizes que sustentam os pilares dos conceitos sobre bem-estar animal”.

Fonte: AI, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária