in

Catar reforça compra de frango brasileiro

As exportações da proteína ao país cresceram 84% em receita

Raw chicken meat on wooden board. Healthy eating

Como retorno das investidas brasileiras aos mercados árabes e muçulmanos, Catar potencializa compra de frango nacional. As exportações da proteína ao país cresceram 84% em receita no 1º semestre de 2022.

Como mostram os dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), de 15% a 20% da produção brasileira de frango, ou seja, pouco mais de dois milhões de toneladas ao ano, tem como destino os países árabes. No primeiro semestre de 2022 os embarques continuaram numa curva ascendente.

 Só para os Emirados Árabes, a variação do primeiro semestre de 2022 em relação ao mesmo período do ano passado foi de um aumento de 66% em volume e 113% em receita. Apenas o Catar, teve um crescimento de 45% em volume e 84% em receita nos embarques de carne de frango no primeiro semestre de 2022 em relação a 2021.

“O Brasil mostrou aos países árabes a competência na produção de carne de frango de qualidade e segura para o consumo da população muçulmana. E esse caminho proporcionou uma relação comercial sólida, mas ainda assim promissora ao Brasil para além do mundo árabe. A segurança de alimentos é uma exigência da religião islâmica, mas cada vez mais valorizada e exigida em todo o mundo. Por isso, além do crescimento junto aos países islâmicos, acredito na expansão de mercado do frango halal brasileiro em várias partes do mundo”, destaca o diretor de Operações da CDIAL Halal, Ahmad M. Saifi.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food. 

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

A promoção humana e a capacitação profissional no ambiente corporativo

AgroResidência recebe projetos de aquicultura