in

Carne de frango: NOVUS debate influência de Zinco

Empresa conta com MINTREX Zn, ferramenta capaz de auxiliar na melhoria de resultado

Fabio Zotesso 25

Atenta às propriedades de um bom produto-final, NOVUS debate influência de Zinco na qualidade e volume de carne de frango. Como pontua a empresa, MINTREX Zn é uma ferramenta tecnológica capaz de auxiliar na melhoria dos resultados zootécnicos e econômicos das granjas avícolas.

De acordo com o Gerente de Serviços Técnicos para Avicultura, Fabio Zotesso, associar uma solução nutricional às melhores práticas de manejo se torna uma maneira efetiva para redução dos descartes totais ou parciais de carcaça decorrentes de arranhões na pele, lesões de patas ou mesmo contaminações bacterianas secundárias oriundas destas causas. “Sabemos que este é um problema multifatorial, como por exemplo falha de ambiência, densidade populacional, velocidade de apanha, mas também existe um componente nutricional, o Zinco”, destaca o profissional.

Para Zoteso, o componente nutricional está envolvido em processos de reparação residual, na síntese de colágeno e elastina que conferem maior resistência aos tecidos, além de sua ação na melhoria em outros mecanismos do sistema imunológico das aves.

“O Mintrex Zn, assim como os demais produtos da linha, possui molécula estável em Ph baixo, estrutura molecular definida e quantidade de aminoácidos quantificável. Assim, ao ser introduzido na formulação da dieta, sua estrutura é capaz de passar de forma intacta pela via estomacal das aves e apresentar o Zinco no sítio de absorção dos enterócitos”, explica Fabio.

Isso ocorre, pois todas as apresentações da linha Mintrex (Zn, Cu e Mn) são minerais quelatados que combinam a molécula de HMTBa (precursora da metionina) com um mineral essencial em uma molécula quelatada 2:1, conferindo proteção do mineral de antagonistas que, ao atingir o intestino delgado, são absorvidos de maneira mais eficiente.

O produto, como também complementa o Gerente, consegue disponibilizar quantidades maiores de Zinco no interior da célula. “Dessa forma, não há saturação nos canais de absorção, isso porque a expressão gênica de proteínas transportadoras de metais também aumenta a medida em que há maior biodisponibilidade de Zinco no interior das células”, completa.

Desta maneira, “ao compararmos com outras fontes minerais podemos fornecer doses menores com resultados iguais ou superiores tendo maior biodisponibilidade e estabilidade do sistema digestivo”.

Vale ressaltar que a linha MINTREX de minerais orgânicos é composta por três apresentações – Zinco (Zn), Cobre (Cu) e Manganês (Mn).

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

unnamed

Embrapa Brasileira de Pesquisa Agropecuária completa 49 anos

kk

Livro pauta histórias de empresas avícolas