in

Carne de frango brasileira chama atenção de diferentes países

Cepea destaca maior participação de regiões árabes e europeias após baixa chinesa

Raw chicken meat on wooden board. Healthy eating

Após constatar retração das vendas de carne de frango à China, Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), ESALQ – USP aponta outros destinos com bom desempenho.

De acordo com o Cepea, as exportações brasileiras de carne de frango à China estão enfraquecidas, mas os envios a países árabes e europeus vêm crescendo com força. “Esse cenário tem garantido que o volume total de proteína embarcado pelo Brasil se mantenha elevado e próximo da quantidade recorde”, destaca.

Como aponta a Secex, 418,2 mil toneladas de carne foram exportadas pelo Brasil em abril, um leve recuo de 0,1% frente a março, mas 5,7% acima do volume de abril/21. A quantidade esteve próxima da recorde, de 463,9 mil toneladas, registrada em julho de 2018.

Para os pesquisadores do Centro de Estudos, a demanda internacional aquecida pela carne de frango brasileira tem resultado em alta no preço médio da proteína. Assim, a receita adquirida por exportadores nacionais foi recorde em abril.

“Vale lembrar que, além da guerra na Ucrânia, importante fornecedor mundial da proteína, crises recentes de Influenza Aviária têm afetado o fornecimento internacional da carne avícola”, reforça o Cepea.

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

Custos de produção de frangos e suínos sofrem queda

Preços dos ovos se estabilizaram na última semana