in

BRF Ingredients dispõe conteúdo técnico para download

Material aborda tema da palestra realizada no Congresso CBNA

Material aborda tema da palestra realizada no Congresso CBNA

Os peptídeos são formados pela ligação covalente de dois ou mais aminoácidos de cadeia curta por ligações peptídicas, o que resulta em uma rápida absorção e digestão e um excelente funcionamento do trato gastrointestinal.

Essa ligação de dois aminoácidos é conhecida por dipeptídeo, três por tripeptídeo e, quatro ou mais por polipeptídeo. Apenas o processamento de proteínas é capaz de estabelecer essa conexão entre dois ou mais peptídeos.

De acordo com Scott Gilbert no livro estudo Biologia do Desenvolvimento, os pequenos peptídeos, por serem produtos de proteólise, são absorvidos e utilizados diretamente pelo intestino.

Dessa maneira, os peptídeos são excelentes para melhorar a nutrição animal e aumentar o crescimento a partir de sua inclusão na dieta.

Os Peptídeos Bioativos na nutrição animal. A atividade biológica dos peptídeos permite um aumento substancial do valor nutricional das rações e melhora o funcionamento de todo o sistema digestivo. Por isso, essas rações são consideradas essencialmente funcionais.

É certo que os pequenos peptídeos não desempenham nenhuma atividade na proteína nativa, por isso precisam ser liberados por meio da hidrólise.

O tema Peptídeos Bioativos e Proteína Hidrolisada na Nutrição Animal foi abordado pelo professor e consultor P&D BRF Ingredients, Wilson Rogério Boscolo, durante o Congresso CBNA 2019. Confira o material na íntegra

Fonte:A.I., adaptado pela equipe feed&food. 

Lei & Marketing, o agro nacional precisa

Alta da demanda mundial é oportunidade para o Brasil