Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Brasil faz revolução por meio do agro

Fávaro destacou em evento a evolução da agropecuária nos últimos 50 anos
feedfood
FOTO: REPRODUÇÃO

O ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, participou da Conferência de Investimento Agrícola do Credit Suisse 2023: Semeando um Futuro Sustentável, que reuniu empreendedores, investidores institucionais nacionais e internacionais, representantes de startups do agronegócio, na última terça-feira (24).

“Nos últimos 50 anos, o Brasil fez uma revolução, graças à inovação, à criação da Embrapa e a todos os brasileiros que se dedicaram à pesquisa pública e privada e à inovação tecnológica”, destacou Fávaro na abertura do evento.

O ministro relatou que em cinco décadas a produção agropecuária no Brasil alcançou uma evolução sem precedentes e que o País deixou de ser importador para se tornar responsável pela segurança alimentar de diversos países ao redor de todo o mundo.

“Graças à grande parceria, ao apoio e à sensibilidade do ministro [da Fazenda], Fernando Haddad, e do presidente do BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social], Aloizio Mercadante, poderemos incorporar R$ 500 milhões – ou seja, 50% a mais de subvenção – ao Prêmio do Seguro Rural, para trazer segurança no campo e para que nossos produtores possam minimizar os impactos das mudanças climáticas nas suas atividades”, explicou Fávaro.

Durante a abertura, o ministro ainda destacou o trabalho que é realizado pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) para incentivar os produtores na produção orgânica no uso de sistemas irrigados e na energia renovável, como as diretrizes sustentáveis do Plano Safra 2023/24 e também o trabalho para uso de bioinsumos.

A Conferência de Investimento Agrícola tem como objetivo debater com os produtores, investidores e empresas do agronegócio brasileiro e do mundo, as oportunidades no setor agrícola, a segurança alimentar global, o uso de novas tecnologias, como software, hardware e biotech, para aumentar a produtividade, eficiência e sustentabilidade.

Fonte: MAPA, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária