Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Brasil conquista reconhecimento das Filipinas para exportação

Notícia deve influenciar positivamente os embarques de carne de frango e suína
feedfood

Uma nova boa notícia agitou o mercado de proteínas na terça-feira (12), com o anúncio feito pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) do reconhecimento, pelas Filipinas, de equivalência de sistema e estabelecimento de pré-listing para as proteínas animais do Brasil. Os exportadores do setor comemoraram a notícia que deve influenciar positivamente o fluxo de exportações neste ano de carne de frango e de carne suína, de acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

O acordo de acreditação de sistema e estabelecimento de pré-listing autoriza todas as empresas habilitadas pelo Sistema de Inspeção Federal a solicitarem o processo de credenciamento para exportar seus produtos para o mercado filipino. As missões técnicas das autoridades do país asiático agora estarão focadas na validação do sistema, não de plantas.

Anteriormente, a habilitação era realizada individualmente, com análise documental das autoridades do país asiático. Ao todo, 23 plantas exportadoras de carne de frango e quatro unidades exportadoras de carne suína estavam habilitadas a exportar.

“O pré-listing é um importante reconhecimento ao sistema brasileiro e o estabelecimento de um novo patamar nas relações com o mercado filipino. Graças aos esforços realizados pelos ministérios da Agricultura e das Relações Exteriores pela democratização do acesso a este mercado, temos boas expectativas quanto ao crescimento da parceria entre as duas nações”, analisa o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

Foto: reprodução
Em 2023, as Filipinas importou 219,5 mil toneladas de carne de frango do Brasil (Foto: reprodução)

Atualmente, as Filipinas são o sexto principal destino das exportações de carne de frango do Brasil, com 37,4 mil toneladas importadas no primeiro bimestre deste ano. De carne suína, foram 25,7 mil toneladas no mesmo período, posicionando o mercado como segundo maior importador. Somadas, as vendas das duas proteínas geraram receitas superiores a US$ 80 milhões apenas nos dois primeiros meses deste ano.

“Percentualmente, as Filipinas são o mercado com maior crescimento no setor de suínos e um dos que mais cresce nas importações de carne de frango do Brasil. Quando relacionamos a quantidade de plantas habilitadas até aqui e o volume embarcado, temos uma perspectiva do quão positiva é a expectativa sobre o futuro deste mercado, tanto para a carne de frango como para outros produtos como as carnes de peru e de pato”, analisa o diretor de Mercados da ABPA, Luís Rua.

Em 2023, as Filipinas foram o sexto principal destino das exportações brasileiras de carne de frango, com 219,5 mil toneladas importadas – equivalente a 4,4% das exportações brasileiras. Em carne suína, foram 126 mil toneladas, posicionando o mercado como terceiro maior importador, responsável por 10,6% do total exportado. Desde a abertura do mercado, nos anos 2000, as Filipinas importaram 1,435 milhão de toneladas das carnes de frango e suína do Brasil, o equivalente a 57 mil contêineres.

Fonte: ABPA, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

Exportações em real para o Mercosul disparam 21,2%

ApexBrasil busca viabilizar apoio a exportações e investimentos

Phibro aborda desafios entéricos em poedeiras no Congresso APA

Patrocinado
Patrocinado