in ,

Boehringer realiza “Porteira Aberta com Bovela®”

Evento pretende levar informação de qualidade a pecuaristas sobre Diarreia Viral Bovina (BVD)

A Unidade de Negócios de Saúde Animal da Boehringer Ingelheim promoverá, no próximo dia 19/10, o evento “Porteira Aberta com Bovela®”, voltado para conscientização, treinamento e disseminação de conteúdo informativo sobre a Diarreia Viral Bovina (BVD) a pecuaristas do Brasil. Os treinamentos serão liderados pelos Coordenadores de território da Boehringer Ingelheim e distribuidores locais, além de médicos-veterinários parceiros. Haverá uma mobilização nacional de mais de 100 profissionais, que farão até três sessões de duas horas cada uma durante o dia, em 12 estados do país, com foco nas principais regiões de bacia leiteira do Brasil.

De acordo com o diretor da área de Grandes Animais da empresa, Nivaldo Grando, o objetivo do “Porteira Aberta com Bovela®” é parar o Brasil durante um dia para falar com os pecuaristas sobre os impactos da BVD na produção e no bem-estar dos animais, auxiliando-os com conteúdo e troca de informações de qualidade para melhorar ainda mais a produtividade: “A Boehringer Ingelheim faz parte da cadeia de produtividade do agronegócio e entende que pode contribuir com os distribuidores, veterinários, técnicos e pecuaristas/produtores de leite dentro de sua área de atuação, que é a saúde e o bem-estar dos animais”, afirma. “Por isso, oferecemos diversos serviços e projetos de apoio para que todos os envolvidos cresçam se desenvolvam juntos. A BVD é uma doença de grande impacto e, nós, como players de saúde, precisamos atuar na conscientização sobre ela”.

Entre os projetos mencionados, é possível destacar o programa de fidelidade para pecuaristas, “Campeões do Campo”, o programa “Avante Distribuidores”, que oferece aos distribuidores parceiros um programa personalizado de acordo com as principais características, necessidades e desafios de cada um, e o “Smart Visit”, que possibilita o time técnico da companhia acompanhar de perto a realidade das propriedades e oferecer soluções rápidas e assertivas de manejo de modo a melhorar a produtividade e, consequentemente, a rentabilidade, por meio de visitas digitais realizadas por óculos de realidade virtual.

A BVD é uma das doenças mais importantes que afetam o rebanho, causando baixa fertilidade e uma perda significativa na produção, mesmo em ambientes onde se presume que os animais tenham proteção, devido à exposição anterior à doença ou mesmo em rebanhos vacinados. Consequentemente, a incidência da enfermidade no rebanho também afeta diretamente na lucratividade dos pecuaristas.

Sobre a BVD e a Bovela®

Entre as principais causas de prejuízo econômico nas fazendas, devido a infecções por BVD, estão: ocorrência de abortos, natimortos, queda na produção de leite, diarreia, DRB (doença respiratória bovina) entre outras. É uma doença com baixa mortalidade, mas alta morbidade e alta disseminação da infecção entre os animais, além da formação de animais persistentemente infectados, quando vacas/novilhas se infectam com o vírus da BVD entre 40 e 120 dias de gestação e transmitem o vírus ao feto¹. Estima-se que o impacto financeiro seja de aproximadamente US$ 210 por animal ao ano. Outro fator relevante é que entre 70% e 95% das infecções são subclínicas, causando prejuízos perpétuos e silenciosos aos produtores².

A transmissão da doença pode ser horizontal, através do contato direto com descarga nasal, urina, fezes, sêmem de animais infectados ou; a transmissão pode ser vertical, através da disseminação do vírus de forma transplacentária durante a gestação, provocando abortos, fetos malformados ou a formação de animais PI (Persistentemente Infectados).

Para Nivaldo Grando, apesar de causar inúmeros prejuízos ao gado de leite, a BVD ainda é tratada com pouca atenção no Brasil: “Há espaço para mais debates e informações sobre o tema, principalmente quando tratamos a doença de forma preventiva. O investimento em prevenção normalmente é muito inferior ao prejuízo causado por uma doença no rebanho”, diz.

A Bovela® é uma vacina viva que protege contra os dois tipos de Diarreia Viral Bovina: A BVD Tipo 1 e a BVD Tipo 2. Ela é utilizada para imunização ativa de bovinos, visando a redução dos sinais clínicos da doença, a disseminação do vírus na propriedade e os prejuízos causados pela infecção, assim como a imunização ativa de fêmeas gestantes, de modo a prevenir a infecção transplacentária do feto e, consequentemente, o nascimento de animais persistentemente infectados (PI).

Referências

Adaptado de Flores E., et al., 2005. A infecção pelo vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) no Brasil Viral Bovina (BVDV) no Brasil – histórico, situação atual e perspectivas. Pesq. Vet. Bras. 25(3),125-134.

Adaptado de Richter V. et al., 2017. A systematic worldwide review of the direct monetary losses in cattle due to bovine viral diarrhoea virus infection. The Veterinary Journal 220, 80–87.

Adaptado de: https://www.aces.edu/blog/topics/beef/bovine-viral-diarrhea-virus/

Anuga deve resultar em US$ 490,2 milhões em negócios

ovo

Preços dos ovos se mantêm estáveis