in

Biogénesis Bagó terá nova planta de vacinas antiaftosa

Projeto foi apresentado na sede do Ministério do Meio Ambiente, Águas e Agricultura da Arábia Saudita

vacina

A Biogenesis Bagó, empresa de biotecnologia especializada no desenvolvimento, produção e comercialização de vacinas para saúde animal, assinou um acordo com a MAS, empresa líder em serviços veterinários no mercado saudita, para a construção de uma fábrica de vacinas contra febre aftosa no Reino da Arábia Saudita, que se compromete a se tornar o primeiro país árabe livre da febre aftosa, reforçando sua segurança e autossuficiência alimentar.

Devido à relevância da associação estratégica para a saúde animal no país e na região, o projeto foi apresentado na sede do Ministério do Meio Ambiente, Águas e Agricultura do Reino da Arábia Saudita, em Riad e contou com a presença do Ministro Abdulrahman AlFadley, o presidente da autoridade local de saúde, os embaixadores da Argentina e seu homólogo da Arábia Saudita e outros funcionários relevantes dos ministérios de investimento.

Mais postos de trabalho

Este projeto envolverá investimentos de até 60 milhões de dólares, mais de 400 oportunidades de empregos altamente qualificados no país e se concluirá na construção da maior e mais moderna fábrica de vacinas contra a febre aftosa do mundo.

As etapas da iniciativa conjunta vão desde o projeto, construção e início das ooperações de uma planta que terá capacidade para abastecer o mercado local e demais países do Oriente Médio.

Visão 2030

O CEO do MAS, Nawaf Al Ibrahim, destacou que este projeto de biotecnologia faz parte da visão 2030 do Reino da Arábia Saudita, um programa de reforma com o qual o país busca proteger a segurança alimentar na região.

Liderança na produção de vacinas

A Biogenesis Bagó foi escolhida para realizar este projeto devido à sua vasta experiência e liderança na produção de vacinas e serviços associados para o combate à febre aftosa na América Latina e Ásia. A empresa é reconhecida mundialmente por sua contribuição para o controle e erradicação da febre aftosa em diversos países do mundo graças à sua capacidade de resposta em tempo recorde para atender emergências, através do estudo aprofundado das diferentes realidades dos países que são afetados por esta doença.

Além disso, há mais de 20 anos provê o Banco Norte-Americano de Antígenos e Vacinas contra a Febre Aftosa que protege os Estados Unidos e Canadá e, mais recentemente, foi selecionado pelo governo dos Estados Unidos para fornecer o Banco Nacional de Vacinas e Contramedidas Veterinárias, ligado ao USDA-APHIS, iniciativa que visa proteger aquele país em caso de emergência. Possui também produtos farmacêuticos e outras vacinas, inclusive a vacina anti-rábica, que é utilizada por diversos países em suas campanhas oficiais de controle e erradicação da vacinação.

Reconhecimento pelo mercado

Esteban Turic, CEO da Biogenesis Bagó, afirmou que “ter sido escolhida para realizar este projeto é um novo reconhecimento da nossa capacidade e liderança na área das vacinas contra a febre aftosa, bem como do nível de excelência dos nossos profissionais na transferência de conhecimento e tecnologia ao redor do mundo junto com o compromisso de nossos acionistas que nos estimulam a investir em capital humano, inovação e desenvolvimento industrial”. Ele acrescentou: “A assinatura deste acordo com a MAS é um novo compromisso com a estratégia de expansão que estamos realizando há alguns anos na Biogenesis Bagó para antecipar o futuro da saúde animal”.

Para acompanhar a assinatura do acordo estratégico, estiveram presentes os acionistas da Biogenesis Bagó, Hugo Sigman, Juan Pablo Bagó e Sebastián Bagó, juntamente com os representantes do Grupo MAS, liderados por Nahuaf Al Ibrahim e Abddala Al Ibrahim.

Fonte: A.I.

LEIA TAMBÉM:

Contínua valorização do milho afeta pecuaristas

SP realiza Fórum sobre retirada da vacinação contra Febre Aftosa

suinos

Biomin realiza hoje webinar sobre Influenza Suína

carne de frango

México deve potencializar compra de carne de frango brasileira