in

Aviação agrícola colabora para crescimento do setor

Avião Ipanema, produzido pela Embraer, teve crescimento de 100% nas vendas

pulverizando
Reprodução

Em contínuo desenvolvimento, a aviação agrícola oferta novas tecnologias e oportunidades cada vez melhores para o setor produtivo. Para isso, os pilotos responsáveis trabalham estudando as condições de voo, a fim de que as viagens aconteçam com segurança e eficácia, bem como, para que as pulverizações das lavouras sejam realizadas de maneira efetiva.

Segundo empresa localizada na cidade de Pederneiras (SP), em 20 anos de operação, já se presenciou mudanças no público que procura pelos serviços das aeronaves no campo e que as atividades aéreas para benefício do agronegócio se desenvolvem ano após ano, ganhando mais ferramentas fundamentais para o controle e desenvolvimento.

No Brasil, a Embraer produz o avião Ipanema na divisão agrícola da empresa, que fica em Botucatu-SP. Esse modelo teve crescimento de 100% nas vendas até setembro deste ano em relação ao ano passado. Até agora, 50 aviões foram comercializados. O crescimento nos negócios se deve ao bom desempenho do agronegócio. Segundo a empresa, só em outubro, as exportações atingiram R$ 8,8 milhões, representando um valor recorde.

Contudo, para que a prática continue acontecendo de maneira segura, é necessário fazer um acompanhamento, além de cadastros em agências governamentais, de modo a ser feito o mapeamento da região. Essas medidas são necessárias para garantir a produção e também proteger o meio ambiente.

Fonte: G1, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

IP-APTA inova na produção de ração sustentável

Brasil e Paraguai debatem sobre criação de tilápia em Itaipu

Preço do leite pago ao produtor sofre novo recuo

unnamed 8

FACTA realiza workshop com foco em doenças respiratórias

tecnologia

MAPA seleciona startups focadas no agronegócio brasileiro