in

Argentina e Chile podem iniciar importação de ovos brasileiros

Ação, comemorada pela ABPA, ocorreu na última quinta-feira (08)

ovo

Após a publicação de Certificados Sanitários Internacionais (CSI’s) para a exportação de ovos in natura, Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) celebra viabilização de embarques da proteína para Argentina e Chile. Ação ocorreu na última quinta-feira (08).

Segundo a Associação, os CSI’s foram publicados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), e são válidos para todos os Estados, no caso da Argentina; e para todos os estabelecimentos localizados no Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e São Paulo, ao que se refere ao Chile.

Com a abertura dos dois mercados – geograficamente mais próximos que o atual principal destino do setor, os Emirados Árabes Unidos –, como pontua a ABPA, há boas expectativas quanto ao incremento ainda maior das vendas do setor. Atualmente as exportações brasileiras de ovos têm obtido bons resultados. No primeiro bimestre, o setor acumulou alta superior a 150%, índice que deve se manter com os resultados de março, conforme dados preliminares também expostos pela Associação.

“A proximidade dos mercados são facilitadores para as vendas do setor.  O Brasil se consolidou como grande produtor e agora busca novas fronteiras para as vendas de ovos produzidos no país.  Com estes dois mercados viabilizados ontem, há boas expectativas de expansão dos negócios”, avalia o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

Fonte: ABPA, adaptado pela equipe feed&food.

Mercado de soja encontra limitações no Brasil

Tecnologia se destaca como peça fundamental para o Agro