Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Aplicativo gratuito fornece dados da agropecuária brasileira

feedfood
Foto: reprodução

Os dados do Observatório da Agropecuária Brasileira agora estão disponíveis por meio de um aplicativo para celulares e tablets. Em sua primeira versão para sistema operacional Android, a ferramenta traz um conjunto de informações consolidadas de todos os painéis existentes no Observatório web.

As categorias incluem agricultura familiar, agropecuária sustentável e meio ambiente, aquicultura, assistência técnica, assuntos fundiários, comércio exterior, crédito rural, fertilizantes, indicações geográficas, pecuária e outros. 

Assim como na versão web, o Observatório da Agropecuária mobile segmenta-se em dois modelos de apresentação de dados: a plataforma estatística e a geoespacial. A primeira integra informações de várias fontes e as disponibiliza por meio de dados numéricos, tabulares e representações gráficas acerca dos diversos temas abordados. 

Alguns painéis estatísticos também apresentam mapas ilustrativos. As consultas podem ser refinadas com filtros por período, estratificações a nível nacional, estadual e municipal, além de filtros específicos para cada tema.

Já a plataforma geoespacial é dedicada à integração de dados e informações territoriais, na qual dados geoespaciais podem ser visualizados e dispostos de acordo com a necessidade de análise e interpretação dos usuários. 

Ela está organizada em um ambiente de visualização de camadas, com relatórios quantitativos e ferramentas de interatividade acopladas. Com a possibilidade de sobrepor diversas camadas dos mais variados temas disponíveis no Observatório, a plataforma provê recursos para ampliar a perspectiva espacial da agropecuária brasileira.

Clique aqui para fazer o download gratuito do aplicativo para Android.

Fonte: MAPA, adaptado pela equipe Feed&Food.

LEIA TAMBÉM:

Projeto piloto visa conservação de grandes felinos e proteção de rebanhos bovinos

Produção sem antibióticos: o que extrair do exemplo europeu?

Caso de ‘vaca louca’ não afeta mercado de consumo

Patrocinado
Patrocinado