Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
AVICULTURA

Conteúdo

Anffa Sindical alerta sobre uso de imagens referente à influenza aviária 

Sindicado pede cuidado na associação de aves comerciais à doença, uma vez que casos só foram confirmados em silvestres  
feedfood

Em período de enfrentamento à influenza aviária em animais silvestres, Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical) pede cuidado na associação de imagens de aves comerciais à doença.  

Segundo o Anffa Sindical, relacionar “aves de granjas comerciais com notícias de gripe aviária pode gerar insegurança no consumo de ovos e carnes de aves”. Até o momento, 39 casos da doença  foram confirmados em espécies silvestres. 

“O vírus da gripe aviária (H5N1) não foi detectado em aves para o consumo, ou seja, não há qualquer caso positivo da doença na produção industrial e comercial do País”, destaca o Sindicato, ao ressaltar que a influenza aviária pode ser transmitida aos seres humanos apenas por meio de contato direto com aves vivas ou mortas. Sendo assim, é descartada a hipótese de contaminação através do consumo de carnes de aves e ovos. 
Os auditores fiscais federais agropecuários, também como frisa o Anffa, têm trabalhado na prevenção e no controle da gripe aviária junto à cadeia de produção industrial e comercial para evitar o avanço da doença. “Devido a essa e outras ações, o Brasil mantém seu status de país livre de influenza aviária e continua normalmente exportando produtos e alimentos seguros ao consumo”, reforça.  

Fonte: Anffa Sindical, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

O valor da informação na “bolsa de valores” do boi

“Potencializamos os recursos renováveis da natureza”, afirma Seta

VICTAM LatAm chega ao Brasil em outubro