Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Alltech beneficia proteína animal e meio ambiente

"A consequência da inclusão das tecnologias nutricionais é uma proteína de origem animal com melhor qualidade”, destaca o gerente de vendas
feedfood
Foto: reprodução

Decisões tomadas em um dos elos da cadeia agroalimentar, como a suplementação nutricional dos animais com minerais orgânicos proteinatos e leveduras enriquecidas com selênio, são capazes de impactar positivamente tanto a saúde humana quanto o meio ambiente. “A consequência da inclusão dessas tecnologias nutricionais é uma proteína de origem animal, seja carne, leite ou ovos, que chegará com melhor qualidade à mesa do consumidor, o que influencia direta e indiretamente na saúde e bem-estar das pessoas, ao mesmo tempo em que contribui para reduzir a excreção de poluentes para o solo e a pegada de carbono”, destaca o médico veterinário Fabrício Imperatori, gerente de vendas da Alltech.

Segundo o especialista, cada vez mais, o setor agroalimentar se dedica a estudar a conexão entre as práticas de produção animal, a saúde humana e o meio ambiente. Essa visão multidisciplinar advém do conceito de saúde única, disseminado pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), Organização Mundial de Saúde (OMS) e Organizações das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

Dentro desse cenário, a Alltech é pioneira em pesquisas científicas e desenvolvimento de soluções nutricionais, como a Tecnologia de Substituição Total (TRT) de minerais inorgânicos por orgânicos. “Por ser melhor absorvido no trato gastrointestinal, o mineral proteinato faz com que o animal aproveite de forma mais eficaz os microminerais da dieta para as diversas funções biológicas a que estão relacionados”, relata o veterinário.

Sustentabilidade

Estudos científicos demonstram que o uso do Bioplex® na alimentação de frangos de corte, reduz a excreção fecal de minerais: -12% de ferro, -14% de cobre, -18% de manganês e -13% de zinco. Além desse benefício direto na redução da poluição ambiental, a melhora de índices produtivos e zootécnicos dos animais devido à inclusão de minerais proteinatos também influencia na pegada de carbono. Meta-análise recém-publicada por Laurann Byrne e colaboradores na revista científica Animals revela que o uso de Bioplex® na dieta de poedeiras diminui cerca de 2,5% a intensidade de emissão de gases de efeito estufa por massa de ovos produzidos. Em um cenário de 1 milhão de poedeiras, isso equivale a aproximadamente a emissão de 1.210 voos transatlânticos de ida e volta.

A mesma meta-análise, que reuniu dados de 30.992 poedeiras, mostrou resultados zootécnicos positivos: aumento de 3,8% na resistência de casca, melhora na conversão alimentar (redução de 51 g de ração por Kg de ovo) e aumento de 2% na produção diária por poedeira. “Devido à maior biodisponibilidade desses microminerais e à menor interação com outros elementos da dieta, é possível uma redução nos níveis de inclusão na nutrição, trazendo benefícios para o meio ambiente justamente pela melhora do desempenho dos lotes, sem comprometer a rentabilidade do produtor”, completa Imperatori.

Foto: reprodução

Qualidade do alimento

A qualidade dos alimentos de origem animal que chegam às mesas é reflexo de boas práticas de produção e de processamento. Nesse sentido, estratégias nutricionais podem maximizar a qualidade das carnes, leites e ovos ao apoiar o status sanitário dos animais e as características organolépticas (percebidas pelos sentidos, como olfato, visão, paladar e tato) e nutricionais desses alimentos.

“Até o momento, foram realizados mais de 1.200 ensaios de pesquisa sobre os minerais da Alltech – e é nítida a influência da origem da fonte dos minerais dietéticos nos resultados produtivos dos animais”, comenta Imperatori. Estudo apresentado por Josef Illek e outros pesquisadores em uma conferência internacional, em 2011, analisou o efeito do Sel-PlexTM em um dos principais indicadores de qualidade de leite: a contagem de células somáticas (CCS). Os animais suplementados com Sel-PlexTM não só tiveram redução significativa (P<0,01) de CCS em relação ao grupo de animais que não receberam suplementação de selênio, como também demonstraram desempenho superior à fonte inorgânica de selenito de sódio.

Quando o assunto é qualidade de carne, a mesma diferença relacionada à fonte dos microminerais foi observada. Em artigo científico publicado no jornal Meat Science, Jiang Jiang e Youling L. Xiong demonstraram que a concentração de selênio na carne de suínos aumentou em 38,1% com o uso do Sel-PlexTM na dieta, em comparação com selenito de sódio – assim como a redução de 48% do drip loss (perda de água por gotejamento) de carnes armazenadas a 4º C por 6 dias. “Uma fonte estável e biodisponível de selênio para o animal apresenta maiores níveis de deposição nos tecidos, contribuindo para o valor nutricional do produto final, além de influenciar positivamente no tempo de prateleira das carnes”, pontua o especialista.

Foto: reprodução
Alltech beneficia proteína animal e meio ambiente (Foto: reprodução)

Show Rural Coopavel 2024

De 5 a 9 de fevereiro, a Alltech estará presente na 36ª edição do Show Rural Coopavel, em Cascavel. A expectativa da organização do evento é receber mais de 300 mil pessoas, entre executivos, produtores e público geral, para tratar sobre novidades, tecnologias e tendências do agronegócio. Com o tema “Nutrindo do campo à mesa”, o estande da empresa apresentará aos visitantes o portfólio completo de aditivos nutricionais inovadores para as diferentes espécies animais. “Há mais de 15 anos somos parceiros da Coopavel no Show Rural, um evento consolidado do agronegócio a nível internacional, que é uma ótima oportunidade para empresas interessadas em inovação, novas tecnologias e sustentabilidade”, diz Imperatori.

O tema da saúde única será abordado no Espaço Impulso, hub de tecnologia e inovação da cooperativa. No dia 7 de fevereiro, às 11h, a médica veterinária Sarah Antunes, gerente de vendas da Alltech, será uma das palestrantes do painel “NutriTalk: uma conversa sobre a produção animal, hábitos de consumo e saúde única”. Ela abordará a relação entre inovação e sustentabilidade na suinocultura, evidenciando os benefícios para o produto final. Também participam do debate profissionais das empresas Frimesa e Gastroclínica, que apresentarão uma perspectiva multidisciplinar sobre a temática.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

Agenda ESG em movimento

Confiança, transparência e credibilidade

Pensando além do lucro