in

ExpoDubai: alianças são feitas entre empresas

Embrapa e ADAFSA, assinam documento para iniciativas de cooperação científica

Reprodução

Durante a visita em Dubai, na última terça-feira, 16 de novembro a Embrapa e a Abu Dhabi Agriculture & Food Safety Authority (ADAFSA), dos Emirados Árabes Unidos (EAU), assinaram o Memorando de Entendimento que representa iniciativas de cooperação científica entre as duas instituições, em pelo menos cinco temas de trabalho para a execução de projetos bilaterais. Essa nova oportunidade ajudará no compartilhamento e desenvolvimento da pesquisa agropecuária internacional.

A solenidade de assinatura do documento, ocorrida nas instalações da ExpoDubai, foi conduzida pelo presidente da Embrapa, Celso Moretti, e pelo diretor-geral da ADAFSA, H.E. Saeed Al Bahri Salem Al Ameri. “A colaboração entre pesquisadores da Embrapa e da ADAFSA é o primeiro passo para o intercâmbio de conhecimentos, que podem ser adaptados à realidade dos dois países”, disse Moretti.

Celso Moretti ressalta que, “no caso brasileiro, por exemplo, o bioma Caatinga pode ser beneficiado com a experiência árabe com dessalinização da água do subsolo, também alvo de estudos da Embrapa, com agricultura biossalina e culturas como a erva sal, usada na alimentação animal com adaptação às regiões áridas e semiáridas”.

EXPO

A Expo é um evento itinerante promovido a cada cinco anos. Este ano tem sido realizado em Dubai e teve início em 1º de outubro e prossegue até 31 de março do ano que vem, com a expectativa de atrair visitantes de todo o mundo. O objetivo da mostra é explorar o potencial da inovação científica e dos avanços tecnológicos de empresas privadas, ONGs e instituições do governo. O tema desta edição é “Conectando mentes, criando o futuro”, cujo foco são ações em três eixos: oportunidade, mobilidade e sustentabilidade.

De acordo com o Memorando de Entendimento, assinado entre Embrapa e ADAFSA, estão previstas a condução conjunta de projetos de pesquisa, visitas e intercâmbio de especialistas, a colaboração na organização de conferências, workshops e seminários, a concessão de bolsas a pesquisadores, programas de treinamento, fornecimento de instalações, equipamentos e laboratórios aos pesquisadores visitantes, publicações conjuntas e outras formas de cooperação em pesquisa.

Saiba mais sobre a parceria, clicando aqui.

Fonte: Embrapa, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Preços dos ovos apresentam recuo em São Paulo

Médico veterinário alerta sobre mastites

Palestra da JINC aborda carne cultivada

Atenta ao mercado, Biomin aposta em Mycofix Plus 5.Z

MAPA alerta sobre uso de Antimicrobianos