in

Ajustes em oferta e demanda dos ovos mantêm preços estáveis

Preços seguem estabilizados há 45 dias nas principais regiões acompanhadas pelo Cepea

ovos
reprodução

Mesmo com o avanço da segunda quinzena e a consequente redução da demanda interna, os preços dos ovos comerciais seguem estáveis há 45 dias nas principais regiões acompanhadas pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), ESALQ – USP. Levantamento foi divulgado nesta segunda-feira (25). 

Segundo o Cepea, isso acontece porque, apesar da menor procura, o setor segue controlando a oferta da proteína, sustentando as cotações. Na quinta-feira (21), a caixa com 30 dúzias de ovos brancos tipo extra, comercializada em Bastos (SP), foi negociada a R$ 145,31, estável frente à quinta anterior (14). Em Santa Maria de Jetibá (ES), a pressão da menor procura nesta segunda metade do mês levou vendedores a concederem descontos. Assim, os preços tiveram leve recuo de 1% entre 14 e 21 de julho, a R$ 145,42/cx na quinta.  

Para os ovos vermelhos, as cotações recuaram 0,4% em ambas as praças, para R$ 162,51/cx na capital paulista e R$ 170,72/cx na capixaba no dia 21. Com relação à média mensal, o preço do ovo branco comercializado em Bastos está em R$ 145,09/cx na parcial deste mês (até o dia 21), 0,4% inferior ao de junho. Para o produto vermelho, o recuo mensal é ainda menor, de 0,2%, a R$ 162,09/cx na parcial deste mês. 

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food. 

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

Dia do Suinocultor é celebrado neste 24 de julho

Preços da soja caíram no Brasil e nos Estados Unidos