Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Agronegócio registra recorde de exportação em 2023

Setor foi responsável por 49% de todas as vendas externas realizadas durante o ano pelo Brasil
feedfood
Foto: reprodução

Em 2023 as exportações brasileiras do agronegócio bateram recorde ao atingir 166,55 bilhões de dólares. O número alcançado é 4,8% maior que o verificado anteriormente em 2022, representando um acréscimo de US$7,68 bilhões. O desempenho foi impulsionado principalmente pela quantidade embarcada.

O setor foi responsável por 49% de todas as vendas externas realizadas durante o último ano pelo Brasil. A participação do mesmo em 2022 foi de 47,5%, conforme informou a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI) do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA).

Segundo o secretário de Comércio e Relações Internacionais da SCRI, Roberto Perosa, o ano de 2023 marcou um ponto de virada histórico para o agro brasileiro, com grandes avanços em exportações e expansão de mercados, resultando em um recorde nas vendas externas.

“Sob a liderança do presidente Lula e do Ministro Carlos Fávaro, o Brasil abriu 78 novos mercados, fortaleceu laços e liderou a exportação mundial em vários produtos”, reforçou o secretário.

Foto: reprodução
Agronegócio registra recorde de exportação em 2023 (Foto: reprodução)

O Brasil exportou diretamente 193,02 milhões de toneladas na forma de grãos, volume 24,3% superior na comparação com os 155,30 milhões de toneladas de grãos exportados em 2022. A quantidade de grãos exportados em 2023 representa 60,3% da safra recorde de grãos 2022/23, estimada pela Companhia Nacional de Abastecimento em 319,86 milhões de toneladas.

Além do aumento na quantidade exportada de grãos em quase 40 milhões de toneladas, também houve expansão no volume exportado de outros produtos que registraram mais de US$1 bilhão em vendas externas, entre eles: carnes (+5,4%), açúcar (+15,1%), sucos (+6,0%), frutas (+5,9%), couros e seus produtos (+19,7%).

Os setores exportadores que mais contribuíram nas vendas do agronegócio foram os seguintes: complexo soja (+US$ 6,49 bilhões); complexo sucroalcooleiro (+US$ 4,60 bilhões) e cereais, farinhas e preparações (+US$ 1,18 bilhão) e sucos (+US$ 447,41 milhões).

Já em relação ao valor exportado, os cinco principais setores foram os seguintes: complexo soja (40,4% do total exportado); carnes (14,1%); complexo sucroalcooleiro (10,4%); cereais, farinhas e preparações (9,3%) e produtos florestais (8,6%). Em conjunto, esses setores destacados representaram 82,9% das vendas do setor em 2023.

Quanto às importações, o agronegócio brasileiro importou US$16,61 bilhões.

Fonte: MAPA, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

Mercado da tilápia conquista recorde em 2023

Setor de genética avícola atinge crescimento de 69,3%

Preço do boi gordo segue próximo de R$250 a arroba