Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Ações conjuntas destacam o desenvolvimento da agropecuária

O maior Plano Safra da história tem acréscimo de quase 30% e Seguro Rural caminha para ter 50%
feedfood
FOTO: MAPA

Um balanço das principais ações e projeções do agro brasileiro para o mercado interno e internacional foi apresentado na terça-feira (17), pelos ministros, Carlos Fávaro, da Agricultura e Pecuária, Paulo Teixeira, do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, pelos presidentes da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil), Jorge Viana, e o da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Edegar Pretto.

Segundo o ministro da Agricultura e Pecuária, a iniciativa é importante para dar ânimo aos produtores e o mercado já começou a reagir ao trabalho feito. “Temos que deixar claro que há alguns anos os recursos para a subvenção do Seguro Rural estavam fixados na ordem de 1 bilhão de reais. Conseguimos, agora, uma sinalização muito positiva de incremento de 500 milhões ainda neste ano. Lançamos o maior Plano Safra da história com um acréscimo de quase 30% e agora o Seguro Rural caminha para ter 50% de acréscimo”, destaca Fávaro.

O ministro informou que as medidas emergenciais do seguro rural foram tomadas para a prorrogação das linhas de financiamentos da pecuária. De acordo com ele, o Banco do Brasil já está chamando os clientes e prorrogando as dívidas, o Banco Central também já vem recomendando as prorrogações das linhas de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“O Brasil vem tomando para si o protagonismo na relação diplomática mundial, se inserindo cada vez mais nas pautas internacionais, o que gera resultado econômico, o grande exemplo disso, são os 53 novos mercados abertos”, explicou Fávaro. Para o ministro, o trabalho que está resultando em efeitos internacionais é consequência das políticas públicas desenvolvidas pelo presidente Lula, que busca as boas relações diplomáticas.

As novas habilitações e as aberturas de mercados para os produtos da agropecuária brasileira geram maior reconhecimento internacional e, consequentemente, o aumento da economia nacional.

“Se tem um Plano Safra recorde, se têm apoio à comercialização, se tem medidas de incentivos à agropecuária brasileira, na prática se vê o resultado quando vai a uma feira dessa. Os produtos brasileiros estão ganhando espaço no mercado mundial e consequentemente aqui dentro também”, afirma  o ministro da Agricultura e Pecuária.

Segundo a ApexBrasil, o Brasil vendeu 50% a mais do que o recorde do ano anterior, atingindo 6,1 bilhões de dólares em negociações na Anuga 2023, a maior feira de alimentos e bebidas do mundo, em Colônia, na Alemanha.

Fonte: MAPA, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária