in

ACNB comemora queda de embargo chinês

Presidente da ACNB afirma que China é o maior compradora da nossa carne brasileira

ACNB
Foto: divulgação

Com os últimos dias de 2021 para o recomeço em um novo ano, a Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB) comemora a decisão da China de retomar a compra de carne bovina brasileira. A informação ainda deve ser oficializada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). A Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) confirma a informação de reabertura do mercado chinês.

O presidente da ACNB, Nabih Amin El Aouar, vibra com a informação e afirma que, “esta notícia é muito bem-vinda para encerrar o ano. A China é o maior comprador da nossa carne e a retomada dos embarques é excelente para todos os elos da cadeia produtiva, especialmente para os pecuaristas, que certamente receberão mais pelo gado – especialmente os animais prontos para abate com até 30 meses de idade, exigência chinesa”. 

A China suspendeu a compra de carne bovina brasileira no início de setembro devido à ocorrência de dois casos atípicos de encefalopatia espongiforme bovina (EEB) em Minas Gerais e no Mato Grosso. O Mapa coordenou as negociações de reabertura do mercado, processo que teve final positivo.

“A decisão de voltar das exportações para a China também é muito positiva para a raça Nelore, que representa 80% do plantel brasileiro e mais de 90% das exportações de carne”, complementa Nabih.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Suinocultura deve encerrar ano com bons números

Avicultura se mostra robusta em produção, exportação e consumo

FAESP comemora fim de embargo chinês à carne bovina

milho e soja

Mais uma vez, Bahia apresenta o maior PIB do setor agropecuário

racao

Profissional analisa pós-pandemia no setor de rações