in

Ação visa unir sociedade e agronegócio

“Todos a uma só voz” terá início em fevereiro de 2021

A fim de conectar a sociedade com o agronegócio brasileiro, projeto “Todos a uma só voz” será lançado em 2021. Ação, que reúne informações que desmistificam tabus e valorizam oportunidades no setor, se iniciará em fevereiro.

De acordo com os organizadores, “trata-se de um movimento para conectar o setor à sociedade, por meio de ações que valorizam a pluralidade e motivam a empatia pela atividade”. Para isso, o movimento pretende levar conhecimento sobre o setor por meio de campanhas em jornais e revistas, presença em canais de TV, redes sociais, eventos, um portal de conteúdo, além de outras ações.

“O objetivo é apresentar informações relevantes sobre o agronegócio, desmistificando temas e mitos e informando a população envolvida ou não com o setor quanto às atividades do agro brasileiro”, explica.

Ao longo do projeto, serão trabalhados temas como sustentabilidade socioambiental; oportunidades para produtores rurais, estudantes e empreendedores; mitos e verdades sobre o agro e temas voltados às famílias, como a variação do cardápio no dia a dia e a economia aproveitando as oportunidades das safras e das estações do ano.

“Pretendemos somar para multiplicar. Nosso objetivo é fortalecer o setor para que ele possa ser capaz de melhorar, ainda mais, a vida do povo brasileiro. O ‘Todos a uma só voz’ quer trabalhar junto a todos os elos da cada cadeia produtiva do agronegócio em busca de mudar a visão da sociedade em relação ao trabalho feito no campo, contribuindo para que o Brasil valorize mais o seu agronegócio”, ressalta o coordenador do projeto, Ricardo Nicodemos, que é diretor da RV Mondel e também vice-presidente executivo da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA), uma das entidades que participam da iniciativa.

O Movimento será apresentado ao público em um evento, que será promovido no dia 23 de fevereiro de 2021, de forma virtual.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food.

Fundação Cargill Brasil apoia 14 instituições em 2021

Aquicultura consome mais de 1 milhão de ton de ração