in

Abate de bovinos recua 9,5%

Balanço do IBGE aponta baixa nos abates do último trimestre

Balanço do IBGE aponta baixa nos abates do último trimestre

Com o menor volume de abates de bovinos apresentado no terceiro trimestre desde 2016, o setor apresenta um novo recuo. Em relação ao mesmo período do ano passado, a baixa, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é de 9,5%, ante o segundo trimestre de 2020, no entanto, o volume apresentou uma alta de 4,6%.

Ao todo, segundo o Instituto, foram abatidos 7,69 milhões de cabeças no período, com uma redução de abates em 22 das 27 unidades da federação. Em termos absolutos, a maior foi em Mato Grosso (116,44 mil cabeças a menos), que abriga o maior rebanho brasileiro.

Já na pecuária leiteira, a aquisição de leite cru feita por estabelecimentos sob inspeção sanitária (federal, estadual ou municipal), apresentou aumentos de 2,6% de julho a setembro na comparação com o mesmo período do ano passado, para 6,45 bilhões de litros, e de 10,7% ante o segundo trimestre deste ano. Apesar dos impactos econômicos causados pela pandemia da covid-19, destacou o IBGE, o resultado foi recorde no terceiro trimestre.

Fonte: Valor Econômico, adaptado pela euqipe feed&food.

Cobb-Vantress lança o CobbMale

Exportações do agro apresentam queda