in

Vendas de carne suína reagem em abril

Pesquisadores do Cepea apontam negociações mais aquecidas, o que contribui ao setor

SUÍNO

Após período de baixa, vendas de carne suína e, consequentemente, a demanda por novos lotes de animais vivos apresentam reação no início de abril.

Segundo pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, com as negociações mais aquecidas, o movimento de queda nos preços observado em março foi interrompido, e altas passaram a ser registradas em algumas praças, especialmente nas paulistas.

“Quanto às exportações, apresentaram desempenho recorde em março. Dados da Secex apontam que o Brasil embarcou 96,8 mil toneladas de carne suína in natura no último mês, aumento de 35,4% frente a fevereiro, significativos 53% acima do volume escoado em março/20 e um recorde, considerando-se a série da Secretaria, iniciada em 1997”, informa o Cepea.

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food.

CARNE BOVINA

Exportações de carne bovina apresentam alta

ovos

Preço médio do ovo alcança recorde no mês de março