in

Startups da Esalqtec recebem R$ 1 milhão em investimentos

Quatro startups residentes foram selecionadas por inciativa

A iniciativa brasileira WBGI (We Believe in Great Ideas) e o projeto PecegeGo, da associação Pecege, possibilitaram que quatro startups da incubadora da Esalqtec fossem contempladas com o investimento de R$ 1 milhão.  O valor foi destinado aos grupos entre 2019 e 2020.

A WBGI se intitula uma “fábrica de startups” e desde 2019 levantou R$ 2 milhões para investir em sete empresas nascentes. Para 2021, a expectativa é investir o mesmo montante em agtechs.

O diretor da iniciativa e consultor da Esalqtec, Joaquim Henrique da Cunha Filho, explica que a instituição incentiva pessoas físicas e jurídicas a participarem de rodadas de investimentos em startups em estágio inicial em conjunto com a WBGI.

A iniciativa atua diretamente na gestão das startups em que investe e com isso, segundo Cunha, é possível dimensionar o risco para terceiros. “Com investidores dispostos a correr risco tecnológico conosco e também a colocar suas experiências à disposição de cada projeto, nós conseguimos atender um número maior de empresas”, disse, em nota.

O gerente-executivo da Esalqtec, Sergio Barbosa, afirma que entre os papéis da incubadora está orientar as startups que precisam de apoio financeiro, investimentos, gestão de caixa e também avaliar possíveis investidores.

Contempladas. As beneficiárias até 2020 foram  a IdeeLab (de soluções biológicas para agricultura), Life/Pragas.com (produtora de organismos-alvo para pesquisas e insumos biológicos), Agromakers (de sistemas de irrigação com sensores que medem a umidade do solo) e Demetra (de controle biológico).

 Fonte: Valor Econômico, adaptado pela equipe feed&food.

“Performa: o melhor da Terra” é lançado pela Mosaic

Critérios para pesca de tainha foram divulgados pelo MAPA