09/02/2018 NUTRIÇÃO ANIMAL

Solução da BASF permite conservação de grãos por pelo menos seis meses

Eficiência é comprovada por meio de testes junto a instituição argentina

Em parceria com o Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária da Argentina (INTA, Buenos Aires/Argentina), a BASF (São Paulo/SP) está realizando avaliações que demonstram uma notável diminuição na quantidade de microorganismos indesejados graças ao tratamento dos grãos com alta umidade com a solução Lupro-Grain, um ácido propiônico que apresenta um amplo efeito antimicrobiano contra fungos, leveduras e bactérias.

O resultado é notado quando o produto é aplicado nos grãos antes do armazenamento em silo-bolsa e sistemas abertos, controlando sua multiplicação. A companhia indica que o Lupro-Grain pode ser utilizado para a conservação de matérias-primas como milho, trigo ou subprodutos úmidos da indústria; a preservação de forragens conservantes, como silagem e grão úmido; a manutenção da higiene alimentar, com a redução de patógenos como salmonelas e Escherichia coli, e a acidificação de alimentos e subprodutos para melhorar a digestibilidade de nutrientes. Como ele atua como conservante natural, o animal o aproveita como fonte de energia e o metaboliza completamente.

noti basf_milho_divulgacao

Uma alimentação animal eficiente deve passar por uma boa qualidade dos alimentos (Foto: divulgação)

Os estudos preliminares realizados entre o INTA e a BASF sobre grão de milho a 17-18% de umidade demonstraram uma conservação bem-sucedida do grão por um período maior que seis meses de armazenamento. Com o uso do produto, a quantidade de microrganismos indesejados diminui drasticamente, uma vez que o tratamento consegue controlar eficazmente a população de microrganismos.

O produto já é vendido na Argentina e o objetivo é comercializar a solução também no Brasil.

Fonte: A.I., adaptado pela equipe feed&food.