19/05/2017 SANIDADE

Prevenção e controle da resistência de antimicrobianos é tema de debate

Objetivo é elaborar um plano de ações para a pecuária brasileira

Para fechar até o final deste mês um plano com ações de uso de antibióticos na pecuária brasileira, atendendo a uma recomendação mundial da Organização das Nações Unidas (ONU) a todos os países signatários, o coordenador de Sanidade da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA, Brasília/DF), Décio Coutinho, e o coordenador de Produção Animal da entidade, Juliano Hoffmann, participaram na quarta-feira (17) de uma reunião.

O encontro aconteceu no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, Brasília/DF) e reuniu governo, setor produtivo e o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV). Todos discutiram a proposta do Plano de Ação Nacional para Prevenção e Controle da Resistência aos Antimicrobianos.

antibiotico animais remedio_1

CNA vai acompanhar a implementação de perto para que as regras e tecnologias implantadas não prejudiquem os níveis de produção e produtividade da pecuária no País (Foto: reprodução)

O plano deve ser aprovado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para então ser implementado pelo Brasil, seguindo uma padronização do uso de antibióticos em animais. A CNA participou de todo o debate sobre a proposta.

Segundo Décio Coutinho, a partir da aprovação deste plano, a CNA vai acompanhar a implementação de perto para que as regras e tecnologias implantadas não prejudiquem os níveis de produção e produtividade da pecuária no País. “Os novos pacotes tecnológicos que os pecuaristas vão passar a usar devem garantir o mesmo grau de produção e produtividade que eles têm hoje”, finaliza Coutinho.

Fonte: CNA, adaptado pela equipe feed&food.