14/12/2020 BOVINOCULTURA

Inovação e tecnologia devem reger produção de leite

Com esses dois pontos, produtividade e sustentabilidade conseguem andar lada a lado

João Paulo Monteiro, de casa,

 joao@ciasullieditores.com.br

Quando o assunto gira em torno de esportes, principalmente futebol, brasileiros e argentinos tendem a discordar uns dos outros. Contudo, quando o campo em questão faz referência à produção de alimentos, não restam dúvidas e todos concordam: um agro cada vez mais sustentável é um agro cada vez mais conectado e digital.

"Com certeza. A tecnologia nos traz eficiência e com isto a otimização máxima das áreas", inicia Maria Antonieta Guazzelli, proprietária da Agropecuária Rex.

 "Essas novas tecnologias nos trazem precisão, fazendo com que a aplicação de fertilizantes e defensivos seja exatamente a quantidade e localização

necessárias. Ainda, possibilita o acompanhamento da saúde dos animais, reduzindo, assim, o uso de antibióticos e também nos ajuda e muito no uso racional da água e energia elétrica", ela explana.

Do outro lado da fronteira, diretamente da província de Santa Fé, no centro-leste daArgentina, quem corrobora a afirmação é Christian Chiavassa, diretor do Grupo Chiavassa.

Confira a matéria completa na edição de dezembro da f&f clicando aqui.