17/11/2017 BENEFÍCIOS NUTRICIONAIS

DSM divulga informativo técnico sobre suplementação animal de suínos

Documento apresenta melhora de desempenho com uso de vitaminas

Com inúmeros aditivos nutricionais à disposição, os suinocultores dispõem de uma crescente variedade de oportunidades para otimizar o potencial genético e a produtividade de seus animais. A rentabilidade dos suínos aumenta quando fêmeas e leitoas produzem um maior número de leitões saudáveis ao longo de sua vida produtiva, o que pode ser influenciado pela otimização da suplementação de vitamina D3. Ainda que o papel da vitamina na manutenção da estrutura e saúde ósseas seja amplamente conhecido, os produtores estão se voltando cada vez mais para a vitamina D3 como uma solução mais ampla, que ajuda as fêmeas a expressarem seu pleno potencial reprodutivo. Diversos estudos demonstram que fêmeas mais longevas não só vivem mais tempo, como também produzem e desmamam um maior número de leitões mais pesados por leitegada. Como a rentabilidade depende da otimização da produção e do desempenho das fêmeas, estes efeitos combinados resultam em maior retorno financeiro.

Essas informações estão trazidas em detalhes no informativo técnico divulgado pela DSM (São Paulo/SP). Elaborado por Brian Fisker, Rene Bonekamp & Antoine Meuter, colaboradores da DSM Nutritional Products, o conteúdo enfatiza a melhora do desempenho de fêmeas suínas com nutrição avançada de vitamina D.


informativo-dsm-divulgacao

Suplementação Nutricional de Suínos foi divulgado pela empresa (Foto: divulgação)

Com texto descritivo e gráficos, o documento enumera tópicos como otimização de disponibilidade, rentabilidade dos animais e elavações de níveis da vitamina. A empresa descreve ainda os benefícios do Hy•D (25OHD3), o metabólito bio-ativo de D3 que é prontamente absorvido e utilizado pelo animal.

"É evidente que a vitamina D desempenha um papel-chave para melhor desempenho, sustentabilidade e rentabilidade das fêmeas, além de beneficiar a saúde e o ganho de peso dos leitões. Estudos recentes suportam o uso de Hy•D eleva os níveis séricos de vitamina D, que resulta em produção de leitegadas com maior número de leitões mais viáveis, com maior peso ao nascer e ao desmame", conclui o informativo. 

Para conferir na íntegra, clique aqui e baixe o arquivo completo

Fonte: A.I., adaptado pela equipe feed&food.