in

Preço da carne bovina tem recuo de 9% em dezembro

Anúncio foi realizado pela ministra Tereza Cristina durante evento

Anúncio foi realizado pela ministra Tereza Cristina durante evento

Segundo monitoramento realizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o preço da carne bovina teve um pequeno recuo durante a primeira semana do mês de dezembro. Números foram divulgados e analisados pela ministra Tereza Cristina durante o Encontro Estadual de Cooperativistas Paranaenses, em Medianeira (PR).

Em Mato Grosso, a arroba do boi passou de R$ 216 para R$ 197, na Bahia, de R$ 225 para R$ 207 e em Mato Grosso do Sul, os números foram de R$ 220 para R$ 200. O MAPA utilizou como período de análise a passagem do dia 2 ao dia 5. 

Ao participar do encontro a ministra ressaltou que o preço da proteína está se ajustando. “O preço daqui para frente deve se estabilizar”, disse. De acordo com ela, a alta decorreu de diversos fatores, como a seca deste ano que prejudicou o crescimento do pasto e, consequentemente, afetou a engorda do rebanho bovino de corte; a arroba do boi gordo, que  ficou estável nos últimos dois, três anos inibindo os investimentos; e a abertura de mercados externos, em especial o aumento da demanda da China por proteína animal em razão da peste suína africana, que dizimou cerca de 40% do rebanho suíno chinês.

Também foi destacado pela ministra que cabe ao mercado encontrar o equilíbrio nos preços entre a oferta e a procura, sem interferência do MAPA, e descartou a falta de carne para o consumo interno. “Fiquem todos absolutamente tranquilos, tem carne para todo o Brasil”, afirmou ao dizer que o Brasil possui um rebanho de mais de 215 milhões de animais.

Fonte: MAPA, adaptado pela equipe feed&food.

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Sistema facilitará controle de doenças na pecuária

Exportação pode fechar o ano em US$ 7,5 bilhões