in

Exportações de aves e suínos tiveram alta em novembro

Dados da ABPA mostraram crescimento de 13,2% nos embarques de suínos

Dados da ABPA mostraram crescimento de 13,2% nos embarques de suínos

As exportações de aves e suínos registraram alta no mês de novembro conforme dados divulgados pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).  O destaque ficou para a carne suína (considerando todos os produtos, entre in natura e industrializados) que chegou as 66,4 mil toneladas exportadas, volume 13,2% superior às 58,7 mil toneladas embarcadas no mesmo período do ano passado.

Em receita, o saldo das exportações da proteína totalizou US$ 149,3 milhões, número 42,3% maior que o efetivado no mesmo período de 2018, com US$ 104,9 milhões.  Já no acumulado do ano, os embarques de carne suína alcançaram 674,2 mil toneladas, saldo 14,4% superior ao efetivado no mesmo período do ano passado, com 589,2 mil toneladas.

Também avaliando o período entre janeiro e novembro, a receita alcançou US$ 1,413 bilhão, número 27,9% acima do registrado no mesmo período de 2018, com US$ 1,105 bilhão.   

“O impulso das vendas para a Ásia segue sólido nas exportações do setor. Na comparação entre novembro deste ano e do ano passado, a diferença é positiva em 117%.  No mesmo passo, Hong Kong incrementou suas compras em 25%”, ressalta o presidente da ABPA, Francisco Turra.

Já em relação ao mercado avícola, a análise mostra que as exportações produto chegaram a 332 mil toneladas no último mês, presentando uma alta de 3,1% frente as 321,9 mil toneladas exportadas.

Em receita o setor também registrou alta. Em novembro os embarques resultaram em US$ 537,5 milhões, 2,1% acima do registrado no décimo primeiro mês de 2018, com US$ 526,7 milhões.   

No acumulado até novembro, as exportações registraram uma alta de 2%, com total de 3,822 milhões de toneladas embarcadas entre janeiro e novembro de 2019, contra 3,748 milhões de toneladas efetivadas no mesmo período do ano passado. Com isto, a receita cambial alcançou US$ 6,358 bilhões, 6,1% acima do realizado no mesmo período de 2018, com US$ 5,990. 

“Assim como nas vendas de carne suína, o quadro sanitário da Ásia também tem gerado impactos significativos nas exportações de carne de frango.  Em novembro, a elevação dos embarques para a China foi 61% maior, na comparação com o ano anterior.  Mesmo com novos players no mercado, a demanda chinesa continuará a ser um dos motores do mercado internacional do próximo ano”, analisa o diretor-executivo da ABPA, Ricardo Santin.

Fonte: ABPA, adaptado pela equipe feed&food.

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Nutrição eleva a taxa de prenhez

Nutrição eleva a taxa de prenhez